E como reter seus talentos?

Agora que você já sabe o que é salário emocional, vamos te dar dicas de como utilizá-lo em sua empresa de forma correta, para garantir maior atração e retenção de talentos. A aplicação do salário emocional pode ser dividida em duas partes: aplicação prática e construção de planos de motivação.

Como aplicar?

A aplicação prática do salário emocional nas empresas está associada ao comportamento entre os líderes e seus colaboradores. Esse vínculo visa a relação positiva entre as pessoas, fortalecendo a cultura organizacional e reforçando a conexão do colaborador com a companhia. É a criação do clima que favorece a permanência dos talentos, o bem mais precioso de qualquer negócio.

Em especial vale mencionar a capacidade dos líderes em apresentar as possibilidades de desenvolvimento pessoal e profissional a todos, ofertando oportunidades compatíveis com as experiências de cada um e traçando os caminhos para maior capacitação e crescimento. Por ser um elemento corporativo, é necessário que todas as áreas estejam alinhadas para que construam, juntas, uma cultura organizacional desejável e positiva.

Construa planos motivacionais

Outra forma de utilização do salário emocional, a construção de planos de motivação, nada mais é do que o desenvolvimento de estratégias de retenção e estímulo, que fazem surgir o sentimento de pertencer ao time nos colaboradores. Essas estratégias vão desde políticas corporativas até o oferecimento de benefícios que inspiram, seduzem e empolgam.

Seu objetivo primordial é sentimento de valorização e apreço, que é encontrado quando se vê um colaborador comentando com os amigos quais os benefícios oferecidos no seu trabalho, criando nos outros o desejo de fazer parte da equipe. 

Foque no bem estar

Como se sabe, a promoção do bem estar dos seus colaboradores está ligada diretamente à sua produtividade. De acordo com um estudo realizado pela universidade da Califórnia, o trabalhador feliz é em média 31% mais produtivo. Portanto, investir no bem estar dos seus colaboradores, deixando-os mais produtivos e motivados, reduz o absenteísmo, retêm o capital humano e torna toda a cadeia mais produtiva.

E aí, quais formas de aplicação do salário emocional você vai aplicar na sua empresa? Algumas oferecem descontos em restaurantes conveniados, outras acesso a academia, mas já pensou em oferecer sorvetes aos seus funcionários?

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades da Dio Mio.

Seu e-mail está seguro conosco.