O ano de 2020 prometia ser um dos bons para o mercado brasileiro, porém, o mundo sofreu um baque repentino com a chegada da maior pandemia da história, e com ela, um enorme desafio nunca antes visto no mundo corporativo. Escritórios se esvaziaram de uma hora pra outra e colaboradores foram obrigados a se adaptar a uma nova rotina de trabalho, sem tempo para preparação prévia. Índices de produtividade, stress e ansiedade se alternaram durante o ciclo pandêmico, impondo às companhias um dos maiores desafios de liderança e gestão da atualidade. Do início até agora, já se foram cinco meses, suficientes para listarmos as cinco melhores práticas para gestão de equipes à distância e enfrentamento ao novo coronavirus:

1. Comunicação deve ser a base

Esse é o momento de ter empatia e tentar entender a situação de todos. A maioria das pessoas nunca fizeram ou não tem o costume de fazer home office, e isso pode ser um grande desafio. Não misturar a rotina de trabalho com a do dia-a-dia quando você está no mesmo ambiente que seus filhos, pets, etc, não é tarefa fácil. E manter o foco e a produtividade, vai ser difícil.

Por isso, uma comunicação clara e honesta com os colaboradores é o ideal para aliviar a tensão do momento. Converse, entenda que talvez os horários de trabalho precisam ser alterados para essa nova realidade, e encontre a melhor maneira de lidar com isso individualmente com cada colaborador. Assim, tudo ficará mais leve e mais fácil de lidar.

2. Tenha a tecnologia como sua aliada

Hoje em dia, existem diversas ferramentas para auxiliar na produtividade e até mesmo na comunicação entre as pessoas de cada time. Faça video-conferências, mas sem exagero, e aproveite essa facilidade para não deixar a nova rotina se tornar impessoal, com contatos estabelecidos apenas através de textos.

Outras ferramentas legais para controle de tarefas são o Trello e Monday. Através deles, cada time pode ter todos os seus afazeres registrados, com prazo para entrega, status de andamento, etc. É excelente para controlar e manter a produtividade em alta.

3. Repensar os benefícios do seu colaborador
club_di_gelato_corp

Nessa nova dinâmica de home-office, onde o colaborador passa grande parte do tempo em casa, as companhias têm procurado formas de ressignificar alguns de seus principais benefícios, e atualmente, já existem algumas soluções super criativas.

Sabendo que produtividade, prazer e bem-estar estão diretamente conectados, a Dio Mio Gelato disponibilizou o primeiro pacote de benefícios corporativo, que entrega sorvete na casa de cada colaborador, chamado de Club di Gelato. O clube é a primeira plataforma de Gelato on Demand do Brasil, onde a empresa poderá escolher o plano e o percentual do plano que irá custear para cada colaborador, além de adicionar, remover e gerenciar o benefício de todo o time. Não é demais? Para conhecer mais sobre o Club di Gelato, clique aqui.

4. Infraestrutura

Um dos maiores desafios é a infraestrutura para o bom desempenho do trabalho em casa. São poucos os colaboradores que possuem um escritório, ou até mesmo um cantinho isolado e confortável para poderem trabalhar sem serem incomodados, e ajudá-los a criar esse espaço, faz todo o sentido e com certeza trará muitos benefícios para essa nova realidade. Gaste um tempo ajudando seu time a criar o seu cantinho, se possível, ofereça ajuda financeira para a compra de mesas e cadeiras confortáveis para que eles possam trabalhar com o maior conforto possível, evitando problemas como dores nas costas, pulsos, costas, etc.

5. Organização da nova rotina
rotina

Todos os pontos acima, pra funcionarem bem, precisarão se adaptar a uma nova rotina de trabalho. Como citado diversas vezes, esse é um desafio para a grande maioria das pessoas, e elas vão precisar de ajuda de pessoas mais experientes para poderem se organizar. Faça reuniões de alinhamento de agenda semanais, separando as tarefas entre importância e prioridade, sem deixar de acompanhar o seu liderado para que ele não se perca no meio do caminho.

Pra fechar, um erro que tem se mostrado frequente é o abuso das vídeoconferências, que estão sofrendo do mesmo mal das reuniões presenciais, muitas vezes realizadas em excesso pelos times. Estar o tempo todo em chamadas de vídeo não quer dizer mais produtividade, e muitas vezes, o que acontece é justamente o oposto. Ser produtivo vai muito além de reuniões, ligações, e contato constante e excessivo com outros colaboradores. Antes de convocar as chamadas com o seu time, faça sempre aquela famosa pergunta: essa videoconferência pode ser substituída por um e-mail?

Com todas as dicas acima, temos certeza de que você, como gestor, conseguirá se sobressair desse período difícil que estamos vivenciando. O mais importante é você e seu time se manterem abertos à mudanças na rotina, mantendo a comunicação em dia e evitando distrações.

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades da Dio Mio.

Seu e-mail está seguro conosco.